Connect with us

Hi, what are you looking for?

Destaque

Em silêncio pacto estranho entre o Prefeito Álvaro Urt e Marcos Rodrigues continua em Bandeirantes

O ex-secretário municipal de Obras de Bandeirantes, Marcos Antônio Rodrigues, é casado com a secretária municipal de Saúde do mesmo município, Rosa Bortoline Rodrigues, mas não é com a esposa que ele tem um pacto de silêncio, mas, sim com o prefeito da cidade, Álvaro Urt, que teve de exonerá-lo por determinação judicial, depois de suspeita-lo de envolvimento em um escândalo de improbidade administrativa.

O aparente pacto de “morrer abraçados” firmado pelo prefeito e seu ex-secretário que, segundo comentários na cidade de Bandeirantes, é quem continua mandando em tudo na Prefeitura, teria começado a ser firmado no último dia 2 de junho quando agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – o Gaeco – desencadeou a Operação Sucata Preciosa e fez buscas em residências de secretários e do próprio prefeito municipal.

Segundo informações da época liberadas pelas autoridades, a Promotoria de Justiça de Bandeirantes e o Gaeco, com o apoio dos Batalhões do BOPE e Choque cumpriram no dia 2 de junho 25 mandados de busca e apreensão nas cidades de Bandeirantes, Campo Grande e Dourados, em Mato Grosso do Sul, e Presidente Venceslau, no Estado de São Paulo.

A Operação Sucata Preciosa, segundo as autoridades, foi deflagrada com o objetivo de investigar crimes de peculato, fraude em licitação, falsidade e corrupção praticados em contratos celebrados pelo município com empresas para a manutenção da frota municipal. A fraude compreenderia serviços encomendados para veículos das Secretarias de Educação, Agricultura e Obras.

Como restou provado pelas investigações, muitos veículos das pastas mencionadas mesmo já encontrando encostados nos famosos “cemitérios” de veículos públicos, ainda assim, tiveram suas placas e identificação dos chassis usadas nas emissões de notas fiscais de prestação de serviços mecânicos ou de aquisição de peças de reposição. Como esses veículos encontram-se sucateados a Operação ganhou a denominação de Sucata Preciosa.

Diante da concretude dos ilícitos que vinham sendo praticados principalmente a Secretaria de Obras e como era voz corrente no município de Bandeirantes que o prefeito de direito da cidade era Álvaro Urt, mas o prefeito de fato era Marcos Rodrigues, Judiciário determinou que o Executivo exonerasse o titular da pasta de Obras.

Obedecida a ordem judicial, Álvaro Urt e Marcos Rodrigues parecem tem selado um acordo de morrerem abraçados e de boca fechada. Ou seja, até o momento o prefeito não disse que é inocente, mas em nenhuma oportunidade ventilou que o homem de sua inteira confiança possa ser culpado.

Ao contrário, pelo que se comenta na cidade, Marcos Rodrigues continua ditando as ordens e o prefeito Álvaro Urt obedece cegamente, sendo uma das orientações do “homem forte de Urt” desviar o foco para outros organismos da administração pública, como o caso da Câmara Municipal que se viu no centro de uma campanha difamatória de seus integrantes.

Enquanto os investigadores do Gaeco continuam o trabalho da busca de fatos que efetivamente permitam a imputação de culpa ao prefeito e ao seu homem de confiança~, a população bandeirantense fica a se perguntar o que leva um prefeito a confiar tudo, inclusive o destino de um município, nas mãos de homem que nem raízes históricas tem na cidade.

Voltaremos com as placas e os veículos em estado de sucata que receberam peças novas ou foram “consertados” pela administração municipal. Fonte impactoms.com

You May Also Like

Marketing Digital

Já se foi o tempo em que costumávamos usar o Instagram ou qualquer outra rede social como Facebook ou mensageiros como Whatsapp  para compartilhar...

Cidades

Um candidato a prefeito em Rio Negro, distante 149 km de Campo Grande, terá que excluir um post em que desqualifica uma pesquisa eleitoral...

Brasil

O Brasil atingiu a marca de 200 mil mortos por Covid-19 nessa quinta-feira (7/1). Em 10 meses, o novo coronavírus mudou a maneira como os brasileiros vivem, relacionam-se...

Destaque

A prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo (PP), voltou a trás e anulou a nomeação de três familiares para cargos comissionados na prefeitura da cidade...