Connect with us

Hi, what are you looking for?

Camapuã

Em Camapuã pai é acusado de estuprar menina de 5 anos em MS fazia ela assistir a vídeos no celular

O caso da menina de 5 anos, vítima de estupro pelo próprio pai em Camapuã, foi descoberto quando a mãe tentava dar banho na criança. Ela resistiu ao ter que tirar as roupas e ao conversar, a mulher descobriu o estupro e ainda que o pai fazia a menina ver vídeos e pedia para ela ‘imitar’.

Conforme o registro policial feito pela mãe da menina, ela manteve um relacionamento com o pai da criança, de 29 anos, e engravidou. Assim, pouco tempo após descobrir a gravidez eles terminaram o namoro e após o nascimento, ele passou a ficar com a filha nos finais de semana.

Agora, já com 5 anos, a menina continuava indo para a casa do pai. Então, no início de agosto o suspeito buscou a filha e, no mesmo dia a mãe mandou uma mensagem pedindo que levasse a criança de volta. No entanto, ele disse que não e que só a levaria dois dias depois, conforme o combinado. Mesmo assim a mãe insistiu e ele levou a filha embora.

Descoberta do crime

 

Assim que a menina chegou na casa, a mãe perguntou se ela tinha tomado banho e ela disse que sim. Porém, a mulher insistiu para que ela tomasse outro antes de dormir e foi tirar a roupa da criança. Foi então que a menina teve certa resistência, não queria deixar a mãe tirar a roupa e colocava as mãos ‘tampando’ as partes íntimas.

Desta forma, a mulher perguntou o que estava acontecendo, se a filha estava com algum machucado. A menina respondeu que estava com dores nas costas e a mãe encontrou um hematoma. Ainda assim a mãe continuou tentando conversar com a criança, que começou a chorar e então a mãe perguntou se alguém havia mexido nas partes íntimas da menina.

Neste momento, conforme o site In Foco MSa menina disse que o pai havia colocado o ‘pipi’ ali, apontando para os órgãos genitais. Também segundo relato da mãe, a criança contou que o homem mostrava vídeos pelo celular para a criança e pedia para ela fazer igual.

Em seguida a mulher procurou o hospital e acionou o Conselho Tutelar. Então foi até a delegacia onde fez a denúncia pelo estupro de vulnerável e foi encaminhada até Coxim, para fazer os exames periciais. Estes, comprovaram o crime.

Foragido

Ainda conforme a mulher, as investigações continuam, mas o homem está foragido. Ela afirma que já foi expedido um mandado de prisão contra ele, mas que ele sumiu. Também conforme relato da mãe, a criança chegou a contar que os abusos já aconteciam há algum tempo e que o pai dizia que ela não poderia contar para ninguém.

Isso porque ele falava que, se a menina contasse, ele seria preso e ela ficaria sem a pensão alimentícia e sem a mãe. Foi na tarde de quarta-feira (2) que a mulher publicou o caso no Facebook para expor o ex-namorado e o caso foi repercutido. Fonte midiamax

You May Also Like

Marketing Digital

Já se foi o tempo em que costumávamos usar o Instagram ou qualquer outra rede social como Facebook ou mensageiros como Whatsapp  para compartilhar...

Cidades

Um candidato a prefeito em Rio Negro, distante 149 km de Campo Grande, terá que excluir um post em que desqualifica uma pesquisa eleitoral...

Brasil

O Brasil atingiu a marca de 200 mil mortos por Covid-19 nessa quinta-feira (7/1). Em 10 meses, o novo coronavírus mudou a maneira como os brasileiros vivem, relacionam-se...

Destaque

A prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo (PP), voltou a trás e anulou a nomeação de três familiares para cargos comissionados na prefeitura da cidade...