Connect with us

Hi, what are you looking for?

Destaque

Bandeira preta: MS tem 6 municípios com risco extremo para Covid-19 e recomendação de lockdown

Seis  de Mato Grosso do Sul apresentam grau extremo de riscos relacionados à pandemia de Covid-19 e receberam a bandeira preta pelo programa Prosseguir. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (16), durante  ao vivo do boletim epidemiológico do coronavírus, pelo titular da Semagro, Jaime Verruck.

Segundo Verruck, os 79  de MS receberão nesta quinta-feira os relatórios do programa, com as características específicas de cada localidade e as recomendações pertinentes. Cada localidade foi classificada em uma entre cinco bandeiras com graus de risco. São elas: grau baixo (verde), tolerável (amarela), médio (laranja), alto (vermelha) e extremo (preta). As classificações ocorrem a cada 15 dias. Atualmente, nenhum município de MS está na bandeira verde ou amarela.

O relatório parte do grau médio (bandeira laranja), no qual estão 14  de MS. São eles: Bataguassu, Caarapó, Deodápolis, Dourados, Glória de Dourados, Inocência, Ivinhema, Ladário, Miranda, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paranaíba e Rio Brilhante.

Já no grau alto (bandeira vermelha), estão Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Angélica, , Aparecida do Taboado, Aquidauana, Aral Moreira, Bandeirantes, Batayporã, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Brasilandia, Camapuã, Caracol, Cassilândia, Chapadão do Sul, Coronel Sapucaia, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Eldourado Fátima do Sul, Iguatemi, Itaporã, Itaquiraí, Japorã, , Jardim, Jateí, Juti, Laguna Carapã, Mundo Novo, Naviraí, Paraiso das Águas, Paranhos, Pedro Gomes, Porto Murtinho, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Negro, Rio Verde de MT, Rochedo, Santa Rita, São Gabriel, Selvíria, Sete Quedas, Sonora, Tacuru, Taquarussu, Terenos, Três Lagoas e Vicentina.

O grau extremo, com bandeira preta e que tem recomendações de medidas mais restritivas, são Alcinópolis, Campo Grande, Corguinho, Maracaju, Nioaque e Sidrolândia.

Cada município, independente da bandeira, receberá relatório especifico com os indicadores e quais são as recomendações necessárias, quais são as atividades econômicas recomendadas a permanecerem funcionado. No caso da bandeira preta, vale lembrar, são só aqueles considerados essenciais. “Com os relatórios, os prefeitos poderão avaliar seus  e fazer as recomendações ao setor produtivo”, concluiu Verruck.

Clique AQUI para conferir as recomendações aos  com base na bandeira de classificação; e AQUI para conferir a proposta de Distribuição das atividades econômicas por faixa de risco, classificando os serviços em essenciais, não essenciais de baixo risco, não essenciais de médio risco, não essenciais de alto risco e não recomendados. fonte midiamax

You May Also Like

Sem categoria

A região dos Jardins, localizada na zona oeste de São Paulo, abrange as ruas de quatro bairros nobres: Jardim Paulista e Jardim América, no...

Brasil

No dia 7 de janeiro, Instituto Butantan anunciou 78% de eficácia em casos leves e 100% para moderados e graves, mas não revelou índice...

Destaque

A senadora Simone Tebet (MS) aumentou suas chances para ser a candidata do MDB à presidência do Senado Federal. Segundo o site Congresso em Foco, dois postulantes...

Covid

MANAUS em prantos por conta da Covid 19 Estima-se que na 1. onda da pandemia  pelo menos 65% da população de Manaus havia adquirido...